Temperaturas baixas não podem ser motivo para abandonar exercícios físicos

12/07/2018

 

Estudos apontam que o treino no inverno pode trazer mais resultados para o emagrecimento que durante o verão.

 


Com uma massa polar passando pelo Brasil e as temperaturas despencando desde a última semana, a dificuldade para manter a rotina diária de exercícios físicos parecem ficar cada vez maior. O frio chega e a vontade de fazer exercícios some, a disposição dificilmente vence a briga com o termômetro quando as temperaturas caem.

O resultado é uma correria danada nos próximos meses para compensar o tempo de preguiça. E o que você nem desconfiava: você está desperdiçando o melhor período do ano para ganhar saúde e dar um gás no emagrecimento.

Para muita gente, o inverno é a época do ano em que ficar em casa depois do dia de trabalho é praticamente uma regra. Aos acostumados a pular muito cedo da cama para se exercitar também é algo complicado de se fazer quando a temperatura cai muito.

E a desculpa de ficar poucos dias longe dos treinos já é o suficiente para atrapalhar o condicionamento físico conquistado nos treinamentos. Por isso, adotar algumas estratégias práticas ajudam a manter a rotina mesmo nos dias de tempo carrancudo.

Estudos apontam que o treino no inverno pode trazer mais resultados para o emagrecimento que durante o verão, caso o corpo já esteja acostumado aos exercícios. Confira quais são os motivos que precisam ser lembrados na hora de abandonar o edredom e calçar o tênis.  

 

Gasta mais calorias

No inverno, normalmente o corpo vai precisar de mais calorias para se aquecer, o que aumenta o gasto de energia, o que explica a vontade de consumir alimentos mais calóricos. O organismo está avisando que está com o metabolismo mais rápido. 

A vantagem de treinar no inverno é usar esse gasto calórico extra, acompanhado de exercícios e uma dieta equilibrada, para obter uma redução de gordura. 

 

Queima os excessos da alimentação  

O frio aumenta a vontade de comer alimentos mais calóricos. Isso é instintivo, uma defesa para proteger o organismo. Mas os resultados vão além: o acúmulo de gorduras é quase inevitável. Para equilibrar essa equação e passar o inverno em forma, a importância de gastar o que foi consumido com a prática de exercícios.  

 

O treino é tranquilo 

Para quem odeia academia tumultuada, filas de espera nos aparelhos e ficar desviando dos outros no parque, o inverno traz uma ótima vantagem. Muita gente fica com preguiça ou frio demais e acaba evitando a atividade física. 

 

Combate a depressão e o mau humor  

É comum, principalmente nas regiões sul e sudeste do Brasil, que as pessoas fiquem mais deprimidas no inverno. Praticar exercícios físicos aumenta a concentração de endorfina, substância que promove bem-estar e ajuda no tratamento da depressão. 

É preciso um tempo de exercício para que os níveis aumentem. Alguns estudos mostram que a endorfina é liberada de 24 a 48 horas após o treino, por isso, quem treina com frequência sente os benefícios durante toda a estação. 

 

Equilibra o sono  

Nem sempre o repouso sono está totalmente relacionado ao número de horas dormidas. Às vezes, a sonolência aparece porque o sono não foi de qualidade. Um estudo publicado na revista Mental Health and Physical Activity revelou que pessoas habituadas a praticar pelo menos 150 minutos de exercícios por semana dormem melhor e ficam mais alertas durante o dia, comparadas àquelas que praticam pouco ou nenhum exercício.

Porém é recomendado evitar exercícios físicos até duas horas antes de dormir, uma vez que liberam hormônios que dificultam a chegada do sono. 

 

Fica mais gostoso treinar  

Quem sofre com sobrepeso e obesidade sente um incômodo grande no verão, quando o calor estimula ainda mais a transpiração. O corpo sua mais no verão porque precisa fazer um esforço maior para regular a temperatura interna. Transpirando menos no inverno, o treino fica mais agradável.

 

DICAS IMPORTANTES  

A primeira atitude para não deixar a academia logo que o frio chega é fazer com que os exercícios se tornem parte do cotidiano. A rotina de exercícios espanta essa preguiça. Você até acorda na hora, mas ainda tem que arrumar as roupas e desiste de tudo: o segredo é deixar tudo pronto na noite anterior.

Cuide também com as roupas usadas para o treino no frio: usar uma camiseta de segunda pele para manter o corpo aquecido e proteger as extremidades, como mãos e pés. Para quem treina em locais fechados fica mais fácil, é só manter as roupas usadas normalmente.

A rotina de exercícios para quem quer manter o movimento em dia deve ter uma frequência de no mínimo três vezes por semana. Menos do que isso, o corpo não consegue manter o condicionamento. Mas, é sempre importante um bom aquecimento geral para evitar lesões ou desconforto após a atividade.

 

 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas