Santa Cruz tem 34 casos confirmados de dengue

16/03/2019

 

Além dos casos divulgados, outros 29 exames ainda aguardam confirmação da doença.

 



A Secretaria Municipal da Saúde de Santa Cruz do Rio Pardo emitiu nota oficial no final da tarde desta sexta-feira, 16, atualizando o número de casos de dengue no município, até o presente momento.

De acordo com a publicação, 34 casos da doença foram confirmados na cidade, porém 29 exames ainda aguardam resultado para confirmar infecção.

Nos dados divulgados pela secretaria de Saúde, a região da Vila Saul é a que apresenta o maior número de pessoas infectadas, sendo oito ao todo.

A área central da cidade tem seis casos confirmados. A Vila Divinéia tem cinco casos, a Chácara Peixe vem logo em seguida, com quatro ocorrências de dengue confirmadas. Na sequencia aparecem o Parque São Jorge e Jardim Brasília com dois casos da doença em cada.

Os demais casos foram registrados em moradores do Jardim União, Jardim Santana II, Vila 80, São José, Jardim Santa Cruz e Jardim Ypê, além do bairro rural da Mandassaia, todos com um caso registrado em cada.

A secretaria de Saúde informou que as equipes de Agentes de Controles de Vetores e Agentes Comunitários de Saúde continuam fazendo trabalho de redução e controle de criadouro e nebulização em um raio de 400 metros das residências dos casos confirmados, conforme normas da Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN).

A Secretaria solicita aos munícipes que apresentarem os sintomas da Dengue, procurem com a máxima urgência a Unidade de Saúde mais próximas de suas residências.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre! 

 

Sintomas

A Dengue tem início súbito e os sintomas podem durar de cinco a sete dias, apresentando sinais como febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjoos, vômitos, entre outros.

Lembrando sempre que a melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença.

Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros em especial aos bairros com casos confirmados no mês de maio onde está ocorrendo a transmissão viral.

Vale a pena ressaltar que para as pessoas que irão se deslocar para os lugares onde está tendo casos de dengue o uso de repelente é uma barreira de proteção individual importante.


Casos de Dengue em Santa Cruz

Vila Saul – 08 Casos

Centro – 06 Casos

Vila Divinéia – 05 Casos

Chácara Peixe – 04 Casos

Pq. São Jorge – 02 Casos

Jd. Brasília – 02 Casos 

Jd. União – 01

Jd. Santana II – 01 

Vila 80 – 01 Caso

São José – 01 Caso

Jd. Santa Cruz – 01 Caso

Jd. Ypê – 01 Caso

Mandassaia – 01 Caso

 

 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas