Santa Cruz supera Ourinhos e Assis em ranking de desenvolvimento

04/01/2019

 

Cidade ficou abaixo da média estadual, mas a frente de todos municípios vizinhos em índice divulgado pelo Sebrae.

 



O Índice Sebrae de Desenvolvimento Econômico Local (Isdel), idealizado pelo Sebrae de Minas Gerais, colocou Santa Cruz do Rio Pardo na 77ª posição do ranking paulista e 238º no nacional. O levantamento foi divulgado em dezembro.

A nota obtida por Santa Cruz foi a melhor dentre as cidades da região, ficando atrás apenas de cidades como Bauru e Marília.

O Índice leva em conta indicadores agrupados nas categorias capital empreendedor, tecido empresarial, governança para o desenvolvimento, organização produtiva e inserção competitiva. Veja no final desta matéria a listagem detalhada.

A nota conferida a cada cidade varia entre zero e um e Santa Cruz obteve 0,4230. A cidade ficou abaixo da média estadual, que foi de 0,5384, mas a frente de municípios vizinhos maiores como: Ourinhos (0,4209) e Assis (0,3918). 

O melhor desemprenho do município foi obtido no quesito capital empreendedor, que leva em conta escolaridade, taxa de atendimento, abandono, vulnerabilidade social, densidade de empresas, renda per capita e nota da Prova Brasil.

Nessa área específica a nota de Santa Cruz foi 0,6942 e ficou acima da média estadual. No campo governança para o desenvolvimento (quantidade de conselhos, transparência, planejamento urbano etc), a cidade também superou a média estadual com 0,583.

Os piores desempenhos da cidade foram nos quesitos inserção competitiva (0,09587 ante 0,3618 em SP) e tecido empresarial (0,001128 ante 0,3650 em SP).

São levados em conta na nota de inserção competitiva fatores como valor e diversificação das exportações e índice de complexidade econômica. No segundo caso, o Sebrae observa as atividades de organizações associativas, de entidades sociais e seus programas e ações.

No que diz respeito à organização produtiva o município recebeu nota 0,4525 enquanto a média estadual ficou em 0,5807. São avaliados a aglomeração produtiva, inovação, infraestrutura e serviços financeiros.

O ranking paulista do Isdel coloca a capital do Estado com a melhor nota (0,796) e com Campinas (0,579) logo atrás.

Para ver a lista completa com todas as cidades do Estado clique aqui.  

Veja abaixo os gráficos com os números das cidades da região:

 
 
Santa Cruz do Rio Pardo
 
 
 
Ourinhos
 
 
Assis
 
 
Ipaussu
 
 
Bernardino de Campos
 
 
São Pedro do Turvo
 
 
Bauru
 
 
Marília
 
 
Entenda

O índice é elaborado com base no cruzamento de 30 indicadores de fontes oficiais e segundo o Sebrae, quanto maior o resultado do Índice, maiores são as condições para o crescimento econômico e social.

A grande vantagem do indicador é permite a comparação de municípios com portes semelhantes e graus de desenvolvimento diferentes para ver onde que estão as oportunidades e as fragilidades em relação aos fatores de desenvolvimento.

Com isso, conforme o Sebrae, se torna possível gerar políticas públicas mais objetivas e eficientes.

“O objetivo é permitir aos gestores públicos e agentes de desenvolvimento que olhem para seu território e identifiquem com clareza onde devem ser concentrados os principais esforços para que se faça um desenvolvimento social inclusivo, econômico e sustentável com uma visão de futuro positivo”, afirma a entidade responsável pelo estudo.

 
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas