Região inicia hoje fase laranja do Plano SP

11/01/2021

 

Restrições prosseguem pelo menos até o dia 5 de fevereiro. Atividades estão liberadas para funcionamento, mas com restrições.

 

 

Os municípios que fazem parte das regiões de Marília, (62 cidades), Presidente Prudente (45 municípios), Registro (15 cidades) e Sorocaba (48 cidades) a partir desta segunda-feira, 11,  terão que cumprir a fase laranja do Plano SP de combate ao novo coronavírus.

Destes, apenas Presidente Prudente ‘subiu’ de classificação, uma vez que estava na fase vermelha. As demais estavam no amarelo. De acordo com o governo do Estado, a medida vale até o dia 5 de fevereiro.

As demais regiões do Estado permanecem na fase amarela, a princípio, sem descartar a possibilidade de regressão a qualquer momento caso os índices de progressão da pandemia e de capacidade de atendimento hospitalar piorem.

 

O que muda na Fase Laranja

Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido.

Capacidade de ocupação: antes era de 20% e vai para 40% em todos os setores.

Funcionamento máximo: ampliado de 4 para 8 horas por dia.

Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser feito até 20h.

Parques estaduais, salões de beleza e academias: poderão abrir.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre!

 

Como fica a Fase Amarela

A capacidade máxima passa a ser limitada a 40% de ocupação para todos os setores. Antes, o percentual variava por setor: academias podiam operar com apenas 30% da ocupação, por exemplo.

O atendimento presencial ao público pode ser feito apenas até as 22h, em todos os setores, exceto no setor de bares, que pode funcionar até as 20h.

O horário de funcionamento passa a ser limitado a 10 horas por dia para todos os setores. Antes, o horário variava por setor.

 

Critérios de saúde



Situação das quatro regiões. Três delas, incluindo Marília, regrediram para a fase laranja. Prudente “subiu”, já que estava no vermelho.

 

Os critérios de saúde na fase laranja também ficam mais rígidos. O limite máximo da taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para COVID-19 passa de 75% para 70% em cada região. No caso da cidade de Marília o índice no domingo foi de 96,43%. Portanto, bem acima do limite de 70%.

Também há mudanças nos indicadores de variação para casos, mortes e internações, com parâmetros para todas as fases do Plano São Paulo. Se a ocupação de UTIs superar 80%, poderá haver recuo para a fase vermelha, com fechamento de atividade

 

Como fica Santa Cruz do Rio Pardo

De acordo com o prefeito de Santa Cruz do Rio Pardo, Diego Singolani (PSD), o município não obedecerá as determinações do governo do Estado, e permanecerá com as medidas que já vinham sendo aplicadas na cidade.

Em participação ao vivo no programa F5 da última sexta-feira, 8, Diego afirmou que mesmo com a alta de casos de covid-19 na cidade e grande número de ocupação de leitos de UTI na Santa Casa, o prefeito conta com o ‘apoio’ dos comerciantes da cidade para não ter que tomar medidas mais drásticas.

Confira abaixo a entrevista:

 
Conteúdo: Visão Notícias
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas
Publicidade