Presos tentam fugir de penitenciária na região e são interceptados em rodovia

24/12/2018

 

Um funcionário da Penitenciária flagrou a tentativa de fuga e comunicou aos agentes penitenciários.

 



Um grupo de seis presos do regime semiaberto tentou fugir da Penitenciária de Marília na tarde deste domingo (23) e foram interceptados no carro de familiares de um dos foragidos às margens da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294).

Os presos foram identificados como Thiago Alves Fernandes, David Benedito Gonçalves do Rosário, Osvaldo Henrique Pinheiro, José Fernando Dourado, Lucas Luiz dos Santos e Lucas Fernando Severino.

Segundo o Boletim de Ocorrência, um funcionário da Penitenciária flagrou a tentativa de fuga e comunicou aos agentes penitenciários por volta das 14h40. Equipes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e Polícia Militar foram acionadas para conter a fuga.

Os fugitivos foram interceptados entrando em um veículo, um Volkswagen Gol, ocupado pelos familiares do detento Lucas Luiz dos Santos – o padrasto como condutor, a mãe e a companheira como passageiras.

O veículo estava estacionado próximo de um barranco às margens da SP-294, em um ponto que não se tinha vista a partir da muralha da Penitenciária.

Ainda conforme a ocorrência, o motorista informou que os presos invadiram seu carro e alegou que não tinha consciência do que estava acontecendo.

O padrasto e a mãe de Lucas Santos afirmaram que foram levar a companheira do filho para uma visita, que ocorreu às 14h – somente a namorada visitou o detento.

Durante a abordagem, um dos agentes penitenciários escutou alguém dizer “vai e atropela eles”, o que não foi obedecido pelo condutor, que sequer arrancou o veículo.

O motorista ainda disse que os reclusos entraram no veículo e o mandaram seguir com o veículo, mas ele se recusou a dirigir.

Os familiares foram conduzidos até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília. Enquanto os foragidos reencaminhados para a Penitenciária de Marília.

Ainda no local da fuga, os agentes localizaram o corte de um terceiro alambrado, motivo pelo qual a Polícia Científica foi acionada.

Em depoimento no Plantão Policial, o padrasto do detento alegou ser construtor, sendo que em seu carro havia diversas ferramentas, como martelo, furadeiras e três alicates.

Os alicates foram apreendidos para posterior confrontação com os danos nos alambrados. Os familiares foram ouvidos e liberados. A Polícia Civil segue investigando o caso.

 
Presos do semiaberto foram interceptados em tentativa de fuga da Penitenciária de Marília (Foto: Divulgação)
 
 
Conteúdo: Marília Notícia
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas