Ourinhos tem 33ª maior taxa de homicídios do Estado, aponta índice

08/08/2019

 

Na região cidade só não foi pior que de Assis, considerada a 12ª cidade mais violenta de São Paulo.




Lançado na última segunda-feira, 05, o ‘Atlas da Violência – Retrato dos Municípios Brasileiros 2019’, apontou Ourinhos como 33ª cidade mais violenta do Estado de São Paulo.

O estudo foi produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que analisou, em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 310 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes em 2017.

Segundo os números apresentados pelo Atlas,o município de Ourinhos em 2017, tinha 111.813 habitantes, e no total teve 11 homicídios registrados. Além destes, existiram também os chamados “homicídios ocultos”, óbitos decorrentes de agressões por terceiros ou por consequência de ação policial intencional. 

Na cidade, foram registrados 7 casos de homicídios ocultos, com isso, o índice apontado foi de 16,1% de taxa estimada de homicídios.

A taxa ourinhense ficou acima inclusive dos números da capital do Estado. São Paulo, apareceu no ranking com o menor índice entre as capitais do Brasil;13,2.

TABELA 1.6 Taxa estimada de homicídios para os municípios com mais de 100 mil habitantes (2017) (Foto: Reprodução)

O conceito de taxa de homicídio estimada por 100 mil habitantes para cada município, utilizado neste trabalho, considera o número de óbitos por agressão somado ao número de óbitos ocasionados por intervenção legal acrescido do número de homicídios ocultos – ou o número de óbitos classificados como mortes violentas com causa indeterminada (MVCIs), mas que seriam, na verdade, homicídios.

Para o cálculo do número de homicídios ocultos em cada município, é tomado como base a porcentagem das MCVIs que seriam homicídios (não classificadas como tal), em cada UF (tabelas A.1 e A.2 do apêndice), segundo as estimativas de Cerqueira (2013), multiplicada pelo número de MVCIs registrado naquele município. Ao considerar os homicídios ocultos no cômputo dos homicídios ocorridos em 2017,  totalizam não 65.602 óbitos, como relatado no Atlas da Violência 2019, mas 72.843 homicídios no país.

 
Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre!  
 

Na região, o índice de Ourinhos só não foi pior que o índice de Assis (SP), que foi considerada a 12ª cidade mais violenta do Estado, com 9 homicídios registrados, sendo 11 ocultos, índice de 20,3%.

Por outro lado, na região, Jaú (cerca de 140 quilômetros de Santa Cruz do Rio Pardo) foi considerada a cidade menos violenta do Brasil no levantamento, com 146.338 habitantes, 4 homicídios registrados – 0 ocultos, com índice de 2,7%.

 

Confira o levantamento completo (clique aqui)


Confira o ranking da região, seguindo a ordem a partir do mais para o menos violento:

  1. Assis: 12ª colocação – 9 homicídios registrados – 11 ocultos – índice de 20,3%
  2. Ourinhos: 33ª colocação – 11 homicídios registrados – 7 ocultos – índice de 16,1%
  3. Bauru: 56ª colocação – 42 homicídios registrados – 1 oculto – índice de 11,7%
  4. Botucatu: 56ª colocação – 9 homicídios registrados – 7 ocultos – índice de 11%
  5. Marília: 58ª colocação – 21 homicídios registrados – 5 ocultos – índice de 11,7%
  6. Jaú: 78ª colocação – 04 homicídios registrados – 0 ocultos – índice de 2,7% (menos violenta da região, de São Paulo e do Brasil)


As 10 cidades com menores taxas estimada de homicídios:

  1. Jaú (SP) – 2,7
  2. Indaiatuba (SP) – 3,5
  3. Valinhos (SP) – 4,7
  4. Jaraguá do Sul (SC) – 5,5
  5. Brusque (SC) – 5,8
  6. Jundiaí (SP) – 6,1
  7. Limeira (SP) – 7,7
  8. Americana (SP) – 7,7
  9. Bragança Paulista (SP) – 7,7
  10. Santos (SP) – 7,8


As 10 cidades com maiores taxas estimada de homicídios por 100 mil habitantes:

  1. Maracanaú (CE) – 145,7
  2. Altamira (PA) – 133,7
  3. São Gonçalo do Amarante (RN) – 131,2
  4. Simões Filho (BA) – 119,9
  5. Queimados (RJ) – 115,6
  6. Alvorada (RS) – 112,6
  7. Marituba (PA) – 100,1
  8. Porto Seguro (BA) – 101,6
  9. Lauro de Freitas (BA) – 99,0
  10. Camaçari (BA) – 98,1


Taxa estimada de homicídios das capitais brasileiras:

  1. Fortaleza (CE) – 87,9
  2. Rio Branco (AC) – 85,3
  3. Belém (PA) – 74,3
  4. Natal (RN) – 73,4
  5. Salvador (BA) – 63,5
  6. Maceió (AL) – 60,2
  7. Recife (PE) – 58,4
  8. Aracaju (SE) – 57,4
  9. Manaus (AM) – 55,9
  10. Macapá (AP) – 54,1
  11. Boa Vista (RR) – 48,9
  12. Porto Alegre (RS) – 47,0
  13. São Luís (MA) – 46,9
  14. Goiânia (GO) – 40,7
  15. Teresina (PI) – 39,4
  16. João Pessoa (PB) – 38,9
  17. Porto Velho (RO) – 36,0
  18. Rio de Janeiro (RJ) – 35,6
  19. Palmas (TO) – 33,5
  20. Vitória (ES) – 30,6
  21. Florianópolis (SC) – 30,0
  22. Cuiabá (MT) – 28,8
  23. Belo Horizonte (MG) – 26,7
  24. Curitiba (PR) – 24,6
  25. Brasília (DF) – 20,5
  26. Campo Grande (MS) – 18,8
  27. São Paulo (SP) – 13,2
 
 
Conteúdo: Passando a Régua
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas