Ipaussu registra mais uma morte por febre maculosa e prefeito reclama de órgãos estaduais

24/01/2020

 

Menino de 8 anos estava internado na Santa Casa de Ourinhos (SP). Criança de 11 anos também morreu com sintomas no dia 20.

 

O garoto de 8 anos, morador de Ipaussu (SP), que estava internado na Santa Casa de Ourinhos com suspeita de febre maculosa, morreu na manhã desta sexta-feira, 24.

A morte de Haroldo Fernandes Marcondes Baloeiro foi confirmada pela assessoria do hospital. Os exames feitos no menino foram enviados para São Paulo e vão confirmar o diagnóstico dele em até 60 dias.

Este é o segundo caso de febre maculosa registrado em 2020 na cidade. Na última segunda-feira, 20, um menino de 11 anos também morreu com suspeita da mesma doença na Santa Casa de Ipaussu. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a morte foi confirmada duas horas depois que ele chegou no hospital.

Os casos estão sendo investigados e a Secretaria da Saúde aguarda os resultados de exames pra confirmar as causas.




Menino morreu nesta sexta-feira (Foto: Divulgação)

 

 

O prefeito de Ipaussu, Sergio Guidio (PSDB) afirmou em uma live em seu Facebook nesta sexta-fera, 24,  que a prefeitura ainda aguarda as autorizações necessárias para retirar todas as capivaras da região do lago Municipal. 

No vídeo, o prefeito diz que os órgãos estaduais responsáveis estariam ‘tirando o corpo fora’ em relação ao assunto, o que estaria atrasando todo o procedimento da retirada dos animais do local.

Ainda segundo Serginho, a prefeitura está trabalhando para cercar parte da área no entorno do lago onde as capivaras deverão ser mantidas até que os laudos necessários para retirada dos animais do lago fiquem prontos.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre! 

 

Em tom de desabafo, o político disse que já entrou com ação solicitando uma medida judicial que autorize a retirada dos animais do lago, antes que outras pessoas possam ser prejudicadas por conta das capivaras.

“Se eles não autorizarem, mesmo assim eu vou fazer, aqui no lago municipal elas [capivaras] não ficam mais”, disse o prefeito de Ipaussu. (confira vídeo abaixo).

 
Prefeito reclamou de órgãos do governo do Estado que estariam fazendo ‘corpo mole’ em relação ao problema das capivaras em Ipaussu.

 

Lago interditado

Nesta quarta-feira, 22, o lago municipal de Ipaussu foi interditado pela prefeitura como medida preventiva contra a doença. Isso porque muitas capivaras vivem no local e são hospedeiras do carrapato estrela, transmissor da doença.

A Prefeitura de Ipaussu informou está oferecendo todo o suporte necessário às famílias e que medidas de combate à febre maculosa estão sendo tomadas.

 

Caso confirmado

Em outubro do ano passado, a morte de um adolescente de 15 anos por febre maculosa foi confirmada na cidade. Thiago Baroni Costa morreu no dia 3 de outubro de 2019 e a confirmação da causa aconteceu através de exame feito pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.

O adolescente era filho de um dos vereadores de Ipaussu e a prefeitura chegou até decretar luto oficial no dia seguinte à morte dele.

 
Confira vídeo abaixo:
 

 

Conteúdo: G1
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas