Gestante da Rede Municipal de Saúde reclama de atendimento em clínica santa-cruzense

15/05/2019

 

Mulher com gravidez de risco desistiu de fazer exames após ter que aguardar do lado de fora de clínica que tinha portas fechadas para pacientes do SUS.

 




Grávida, hipertensa, exposta ao sol e sem local para sentar enquanto aguardava a realização de um exame de ultrassom. Este foi o cenário que uma santa-cruzense, usuária do SUS e da rede Municipal de Saúde encontrou na última sexta-feira, 10, em uma clínica que presta serviços ao município.

A mulher que não quer se identificar, entrou em contato com a redação do Achei Santa Cruz, se queixando da situação a qual chamou de descaso.

“É uma vergonha, um descaso, completa falta de respeito. Além de mim que estou grávida, tem outras pessoas que são tratadas como lixo, só porque somos pacientes do SUS”, disse a mulher moradora de Santa Cruz.

Segundo ela, a ordem com que os o exames pré-agendados são realizados obedece a chegada dos pacientes ao local, o que faz com que todos tentem chegar à clinica com grande antecedência, mas todos são recebidos com as portas fechadas, sendo obrigados a aguardarem na calçada.

A principal queixa se dá por conta de que diferente da área destinada aos pacientes do SUS, o local que recebe os pacientes particulares da clínica estava o tempo todo aberto, e com cadeiras para que os pacientes aguardem sua vez.

“Existem funcionários trabalhando na clínica, eles poderiam pelo menos, abrir a porta para que não fiquemos para fora, no sol ou na chuva, apenas por respeito”, relatou a mulher em tom de desabafo.

Ainda segundo ela, a porta só foi aberta por volta das 14 horas, mas alterada, ela preferiu não fazer o exame. “Fiquei todo este tempo no sol, em pé, minha gravidez já é de risco, por conta de eu ser hipertensa, não ia adiantar eu fazer o exame nessas condições, então resolvi ir embora”, contou a mulher. 

 
Foto enviada à redação mostra porta da clínica fechada para os pacientes da rede municipal.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre!  

 

 Segundo a paciente, percebendo sua insatisfação, os funcionários da clinica, tentaram contornar a situação.

“Eles se ofereceram para remarcar para outro horário ou outro dia, mas eu não queria mais, achei uma falta de respeito tanto comigo quanto para as outras pessoas”, desabafou.

Procurada pela reportagem do Achei Santa Cruz, a Clinica Imagem, que há anos atende a prefeitura de Santa Cruz e outros municípios da região, disse lamentar o ocorrido, e que se preocupa constantemente em oferecer atendimento humanizado a todos os pacientes da clinica, principalmente os que apresentam patologias de urgência. 

De acordo com a clinica, a paciente estava agendada para o horário das 14 horas, e costumeiramente as portas do local são abertas pelos funcionários com 30 minutos de antecedência para acomodar os que aguardam a realização de exames, mas não soube dizer o que motivou o atraso naquele dia.

O Achei Santa Cruz também procurou a Prefeitura Municipal, responsável pela contratação da clínica que presta os serviços ao município. De acordo com o secretario de Comunicação Social, Claudio Antoniolli, a paciente foi orientada a procurar o setor de ouvidoria do município para relatar os fatos, e protocolar uma reclamação contra a clínica.

 
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas