Fernando Bitencourt deixa secretaria de Educação para se dedicar à advocacia

12/03/2018

 

Foto: Sérgio Fleury / Jornal Debate

 

Bitencourt deve permanecer no cargo até a próxima sexta-feira, 16.

 

 
Por André Rubio

Fernando Bitencourt não é mais secretario de Educação de Santa Cruz do Rio Pardo. O anúncio foi feito por ele mesmo na tarde desta segunda-feira, 12, em pronunciamento à imprensa. De acordo com Bitencourt, ele deve permanecer no cargo até a próxima sexta-feira, 16, a seu próprio pedido, a fim de que organize com a sua equipe o trabalho da secretaria.

Fernando afirmou à imprensa que pediu a exoneração ao prefeito Otacílio na manhã desta segunda-feira, para que se dedique a carreira de advogado, uma vez que foi aprovado no exame da OAB. Bacharel em Direito há mais de 20 anos, ele prestou a prova da Ordem para poder exercer a profissão e foi aprovado recentemente. Ainda não há nomes para substituir Bitencourt na administração. 

 

Polêmicas

Recentemente, o nome do agora ex-secretario esteve em evidencia após o pedido feito pela prefeitura para que o funcionário da Codesan, Osmar Pinheiro deixasse sua residencia na Escola Arnaldo Moraes Ribeiro onde trabalha como zelador há 17 anos. O pedido estipulava um prazo de 30 dias para que o servidor deixasse a casa e foi assinado por Bitencourt.

O caso chamou a atenção, uma vez que aconteceu logo após Osmar denunciar ao jornal Debate e a Rádio 104 FM, que a Codesan não estaria repassando à Caixa, um valor descontado de seu pagamento referente a parcelas de um empréstimo consignado, e por consequência, Osmar teria tido seu nome negativado pelos serviços de proteção ao crédito.

Na ocasião, o prefeito desmentiu qualquer perseguição ao funcionário,  disse que o ‘erro foi da Caixa’, e explicou que a casa do funcionário seria utilizada em um projeto que implantaria um CRAS dentro da Escola Arnaldo. Nem o prefeito, nem o secretario, porem, deram maiores detalhes sobre o projeto do CRAS.

Na última semana, uma nova polemica envolvendo o nome de Osmar Pinheiro veio a tona. A prefeitura solicitou que as cantinas das escolas municipais fossem desativadas, sobre a alegação de que ‘os alunos que não pudessem comprar os salgados vendidos nos locais, estariam se sentindo constrangidos.’

A decisão atingiu em cheio a família de Osmar Pinheiro, já que, Eva Ramos, sua esposa, administrava a cantina da escola Arnaldo há mais de 10 anos. A prefeitura deu prazo de 10 dias para o fechamento do local.

Após a divulgação da notícia, Fernando Bitencourt ocupou os microfones da Rádio Difusora onde confirmou o fechamento por conta do ‘constrangimento’ dos alunos, e enalteceu a qualidade da merenda escolar fornecida pela prefeitura.

Otacílio negou qualquer perseguição a Osmar Pinheiro. Na ocasião, Fernando Bitencourt confirmou a versão do CRAS para Escola Arnaldo.

 

Mudanças no governo

Além da saída de Fernando Bitencourt anunciada nesta segunda, outras mudanças recentes mexeram com o governo municipal.

Há poucos dias, o prefeito exonerou o secretario de Cultura e Esportes, Luciano Pimentel, conhecido como ‘Barry’, que estava há 11 meses no cargo e anunciou o secretário de Assuntos Jurídicos Diorges Bernardo Palma, como novo Presidente da Codesan, em substituição ao também demissionário, Claudio Gimenez.

Para a vaga deixada por Diorges, Renato Alvim Gonzaga de Oliveira, foi convidado, mas ainda não confirmou se aceita o cargo, enquanto na Cultura, Frednes de Oliveira Botelho foi anunciado como novo secretario.

 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas