Febre Amarela não causou morte de macaco encontrado em Santa Cruz

14/06/2018

 

Corpo do animal foi achado em 17 de maio por moradores da zona rural de Santa Cruz, na Rodovia Ipaussu Bauru KM 328 na beira do Rio Pardo.

 

 

A Secretaria da Saúde informou através da Secretaria de Gestão e Comunicação Social que recebeu nesta quinta-feira, 14, o resultado da necropsia do macaco encontrado morto na zona do município, sendo negativo para a Febre Amarela. O corpo do animal havia sido encontrado em 17 de maio por moradores da zona rural de Santa Cruz, na Rodovia Ipaussu Bauru KM 328 na beira do Rio Pardo. 

A orientação à população que se por ventura vir a encontrar macacos mortos ou com sinal de doença que entre em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone 3332-3200, não mate ou maltrate o animal, eles não são responsáveis pela transmissão, muito pelo contrário: esses animais servem como guias para a elaboração de ações de prevenção. A doença é transmitida por mosquito.

A Secretaria da Saúde também ressalta a importância da vacinação contra a Febre Amarela, uma vez que ela é a única forma de e prevenir a doença, e solicita aos munícipes que nunca receberam a dose da vacina procure a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência, das 8 às 12 horas e das 13 às 16 horas. 

Com uma única dose a pessoa fica imunizada para a vida inteira.

Veja o cronograma:

> Segunda-feira: USF Parque das Nações;
 
> Terça-feira: Centro de Saúde;
 
> Quarta-Feira: UBS Mathias e Santa Aureliana;
 
> Quinta-Feira: USF São João e UBS Estação;
 
> Sexta-feira: USF Fabiano.
 

Ministério da Saúde prorroga Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe até o dia 22 de Junho.

Devem se vacinar idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, indígenas, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde, além das pessoas que têm doenças crônicas do pulmão, coração, fígado, rim, diabetes, imunossupressão e transplantados.

Prevenção

A Secretaria Municipal de Saúde recomenda a adoção de medidas de higiene pessoal para evitar a contaminação por influenza. É importante higienizar as mãos com água e sabão, com frequência, principalmente depois de tossir ou espirrar; após usar o banheiro; antes de comer; antes de tocar os olhos, boca e nariz e evitar locais fechado com grande aglomeração de pessoas.

Também é recomendável que as pessoas evitem tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies; usar lenço de papel descartável e proteger a boca e o nariz ao tossir ou espirrar. 

O secretário do Ministério da Saúde explica ainda que é aconselhável ao doente não sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença (até sete dias após o início dos sintomas), para diminuir a chance de disseminação e evitar aglomerações e ambientes fechados.

 
 
 
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas