Escola Genésio Boamorte fica entre as três melhores no programa “Inova Educação”

26/10/2020

 

Mais de cinco mil escolas de todo o Estado participaram do programa.

 

 

A escola santa-cruzense Dr. Genésio Boamorte conquistou duas medalhas de bronze (terceira colocação) no programa “Inova Educação”, uma iniciativa da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Os ótimos resultados foram nas categorias “Mostra Interativa de Robótica e Computação Criativa” e “Ciências da Natureza”.

Ao todo, mais de cinco mil escolas de todo o Estado participaram do programa.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre!

 

“Trabalhamos com uma metodologia que tem como premissa o protagonismo juvenil, tudo na nossa escola é pensado para formar um jovem autônomo, solidário e competente. Esses projetos foram os selecionados, são muitos outros que acontecem na escola e por meio deles conseguimos atingir esse objetivo da escola. Os alunos são estimulados a resolver problemas, a propor soluções, a investigar. Esses projetos desenvolvem essas competências”, comentou Elton Simão, diretor da escola.

 

Inova Educação:

O Inova Educação foi criado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo com o propósito de oferecer novas oportunidades para todos os estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio do Estado de São Paulo.

O Programa traz inovações para que as atividades educativas sejam mais alinhadas às vocações, desejos e realidades de cada um.

Novidades essenciais para promover o desenvolvimento intelectual, emocional, social e cultural dos estudantes; reduzir a evasão escolar; melhorar o clima nas escolas; fortalecer a ação dos professores e criar novos vínculos com os alunos.

Professoras Elaine e Eliane

 

Veja as informações e vídeos dos dois projetos:

Projeto “Horta Orgânica econômica”

Inscrito na Mostra Interativa de Robótica e Computação Criativa – Movimento Inova 2020.

O projeto Horta Orgânica Econômica é um protótipo de horta irrigada por meio do reaproveitamento da água de um aquário. Tem como objetivo, além do reaproveitamento de água, o consumo das hortaliças de maneira econômica e de qualidade, por meio da utilização de uma água rica em nutrientes. Para isso, foi necessária a construção de uma estrutura adequada, com uma bomba e todo um processo de condução da água.

O planejamento e execução foram realizados pelos alunos Joao Vitor Frutuoso Martins e Lívia Theresa dos Reis Alves com apoio e orientação das professoras Elaine Cristina Carnavale Pilati e Eliane Regina Turcato Orlando na disciplina eletiva Robótica.

 

Projeto “Repelente orgânico a base de citronela para evitar picadas do mosquito da dengue”

Inscrito na FeCEESP – Feira de Ciências das Escolas Estaduais de São Paulo – Área de Ciências da Natureza.
Considerando o grande número de casos de dengue na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, e se preocupando com a localidade da escola – a beira do Ribeirão São Domingos – procurou-se desenvolver um repelente orgânico a base de citronela, considerando a estrutura da escola, os materiais disponíveis e o cumprimento das regras do ministério da saúde com a Pandemia.

Esse trabalho teve como objetivo verificar a possibilidade de se extrair óleo de citronela e produzir um repelente, com materiais de baixo custo e com os conhecimentos dos alunos do ensino público básico, considerando principalmente a sustentabilidade do processo. Para tanto foi construído um destilador de arraste caseiro, fabricado a partir de um botijão de gás de 2 kg, acoplado a uma serpentina de cobre com acesso a medição de temperatura interna.

Por fim, após a extração do óleo, realizou-se o preparo do repelente, na concentração de 5% de óleo essencial de citronela acrescido de 85 ml de álcool de cereais para garantir a dissolução do óleo de citronela e 10 ml de óleo de coco para proporcionar hidratação à pele dos usuários.

O projeto foi planejado e desenvolvido pelos alunos Maria Eduarda Melo de Souza e Guilherme Peres Santos sob a orientação da professora Karina Ziglio Saqueti Biazoti, tendo como coorientadoras as professoras Débora Cristina Corrêa de Souza Lara e Juliana Ribas de Almeida das disciplinas de Química, Ciências e Biologia respectivamente.

 

 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas
Publicidade