Dormir até mais tarde no final de semana pode aumentar expectativa de vida

21/07/2018

 

Cientistas examinaram dados sobre hábitos de sono de mais de 43 mil pessoas com menos de 65 anos de idade.

 

 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa de Estresse da Universidade de Estocolmo, na Suécia, dormir aos sábados e domingos, reduz o risco de morte precoce. Para análise, cientistas examinaram dados sobre hábitos de sono coletados de mais de 43 mil pessoas com menos de 65 anos de idade. 

Os resultados mostraram que a taxa de mortalidade era 65% mais alta entre adultos que dormiam durante 5 horas ou menos nos 7 dias da semana, comparando com aqueles que dormem de 6 a 7 horas. Já as pessoas que dormem pouco durantes os dias úteis, mas conseguem compensar nos finais de semana (no mínimo 8 horas) não tiveram aumento no risco de morte.

Além disso, a pesquisa identificou que pessoas que ficaram mais de 9 horas na cama por noite também tiveram uma taxa de mortalidade maior que aqueles que dormem de 6 a 7 horas todas os dias. Segundo os investigadores que isso acontece porque passar mais tempo na cama está relacionado a outros problemas de saúde.

Fatores como sexo, índice de massa corporal, tabagismo e atividade física foram levados em consideração na pesquisa.

É importante não esquecer que já foi comprovado em outros estudos que pessoas em privação de sono podem fazer escolhas alimentares piores, aumentando o risco de desenvolver doenças graves, como diabetes e AVC.


 
 
Conteúdo: Visão Notícia
 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas