Com 304 casos de covid, Ourinhos confirma volta à fase vermelha

20/06/2020

 

Diferente de outros municípios, cidade deve obedecer orientações do governo do Estado.

 

 


O prefeito de Ourinhos (SP), Lucas Pocay (PSD), confirmou por meio de sua assessoria, na tarde desta sexta-feira, 19, que vai cumprir a determinação para volta da região à “fase 1 – vermelha” do Plano São Paulo. Com isso, somente atividades essenciais serão autorizadas.

A fase vermelha equivale à primeira quarentena que o Estado viveu, com autorização apenas para postos de combustíveis, supermercados, lotéricas, padarias, açougues, lojas de materiais para construção, indústrias e construção civil. Restaurantes só podem atender pelo sistema Delivery e drive thru.

“A decisão leva em consideração a quantidade de casos de coronavírus registrada nas cidades e os reflexos no sistema público de saúde. Com isso, Ourinhos volta para a ‘fase 1’, que só permite o funcionamento de atividades econômicas essenciais”, informou o município, em nota.

O município declarou ainda que a medida será divulgada no Diário Oficial do Estado. “Baseado neste documento, a Prefeitura de Ourinhos divulgará mais detalhes sobre a determinação”. A cidade tem 304 casos de Covid-19 e quatro mortes confirmadas.

A administração municipal afirmou que tem desenvolvido diversas ações no combate à Covid-19 e pediu conscientização à população sobre as medidas de prevenção, “lembrando que a flexibilização das restrições impostas pelo Governo do Estado dependerá do comportamento de cada cidadão”.

Na região, o prefeito de Marília (SP), Daniel Alonso (PSDB), e o prefeito de Santa Cruz do Rio Pardo, Otacílio Parras Assis (PSB), afirmaram que não vão seguir a orientação estadual.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre! 

 

Daniel Alonso afirmou que vai usar uma liminar judicial que permite a prefeitura de Marília definir o próprio processo de flexibilização e vai manter a cidade na fase 2, a laranja, que permite o funcionamento do comércio, shoppings, imobiliárias e concessionárias de veículos.

Já em Santa Cruz do Rio Pardo, o prefeito Otacílio Assis deverá a princípio seguir o que determina o governo Federal, que classificou como essenciais salões de beleza, barbearias e academias de ginástica. O município também deve autorizar o funcionamento, com restrições, as atividades de restaurantes e lanchonetes, através de decreto que passa a valer a partir do dia 27.

Na entrevista coletiva do início da tarde de sexta-feira,quando anunciou a reclassificação na condição dos municípios o governador João Doria (PSDB) disse que os prefeitos que não seguirem a orientação do Estado sobre a flexibilização da quarentena poderão ficar marcados por mortes de seus munícipes.

 
O prefeito de Marília, Daniel Alonso (PSDB), não irá seguir as orientações do Estado.

 

NOTA DA PREFEITURA DE OURINHOS SOBRE O CORONAVÍRUS

O Governo do Estado divulgou nesta sexta-feira (19) que a região de Marília, que inclui Ourinhos, voltará a ter restrição mais rígida no combate à pandemia do covid-19 a partir de segunda-feira (22).

A decisão leva em consideração a quantidade de casos de coronavírus registrados nas cidades e os reflexos no sistema público de saúde. Com isso, Ourinhos volta para a fase 1, que só permite o funcionamento de atividades econômicas essenciais.

A medida será divulgada no Diário Oficial do Estado. Baseado neste documento, a Prefeitura de Ourinhos irá divulgar mais detalhes sobre a determinação no Diário Oficial do Município.

A administração municipal tem desenvolvido diversas ações no combate ao COVID-19, e pede conscientização para toda a população sobre as medidas de prevenção contra o coronavírus e lembra que a flexibilização das restrições impostas pelo Governo do Estado dependerá do comportamento de cada cidadão.

 

FAÇA A SUA PARTE!

 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas
Publicidade