Alunos do Ensino Fundamental bebem cachaça dentro de escola de Santa Cruz

20/09/2019

 

Um dos garotos trouxe ‘corote’ e dividiu com os colegas da escola Sinharinha Camarinha, nesta sexta-feira.

 



Um aluno estudante da quinta série do ensino fundamental levou cachaça e ofereceu a colegas da escola que ingeriram a bebida na manhã desta sexta-feira, 20, na Escola Estadual Sinharinha Camarinha, em Santa Cruz do Rio Pardo.

A mãe de um aluno da escola, que preferiu não se identificar, procurou a reportagem do Achei Santa Cruz e relatou os fatos. Segundo ela, um garoto teria levado pinga em um frasco conhecido como ‘corote’ e oferecido aos colegas. O garoto que levou a cachaça teria trazido o corote de sua casa, uma vez que os pais costumam fazer uso da bebida.

Ainda segundo a mãe, a preocupação sobre o fato partiu após saber que a direção da escola optou por abafar o caso, para ‘não sujar o nome da escola’. Ela contou que nem conselho nem polícia foram acionados para apurar os fatos.

Segundo a mãe, apenas os pais dos alunos envolvidos teriam sido informados sobre o acontecido, mas foi pedido a eles pela direção da escola, para que esquecessem o episódio.

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre! 

 

Em contato com a reportagem do Achei Santa Cruz, a diretora da escola Sinharinha Camarinha, Sandra Buzzo Buzolin, admitiu o acontecido que alunos levaram a bebida para a escola, mas negou que tenham ingerido a mesma além de garantir que todas as providências foram tomadas pela escola.

“É uma situação delicada. Ficamos sabendo por volta das 7h10 de hoje, e desde então, procuramos apurar as responsabilidades, falamos com os pais e o Conselho Tutelar. Mas os alunos não beberam nada”, afirmou a diretora.

Sandra também negou que a bebida tenha sido levada em um corote, mas sim, em um frasco de apenas 20 ml.

“Procuramos em toda o prédio da escola, inclusive nas latas de lixo, mas não encontramos nenhum corote”. A diretora salientou que conversou individualmente com os pais dos alunos em horários separados para preservar as crianças e as famílias.

 
Bebida é comercializada em frascos conhecidos como ‘corote’

 

Receba nossas notícias diretamente em seu WhatsApp. Clique aqui e se cadastre! 

 

Também procurada pelo Achei Santa Cruz, Ana Paula Bianchi de Oliveira, representante do Conselho Tutelar de Santa Cruz, confirmou o fato, e disse que orientou a direção da escola sobre o caso.

“Ficamos sabendo através da direção da escola que alguns alunos haviam ingerido bebida alcoólica e orientamos que a direção registrasse um boletim de ocorrência sobre o acontecido”, disse a conselheira tutelar. Ao ser informada, porém, sobre a versão da diretora, de que os alunos não haveriam bebido a cachaça e que a quantidade encontrada foi apenas de 20 ml, Ana Paula se surpreendeu;

“Para nós do Conselho a própria diretora afirmou que os alunos beberam sim, e que o corote, que ainda não havia sido encontrado até aquele momento, era azul conforme os próprios alunos haviam relatado”.

A conselheira também confirmou que orientou a diretora para que conversasse com os pais dos alunos envolvidos e registrasse um boletim de ocorrência junto à polícia.

“Não sabemos se o aluno trouxe esse corote de sua casa, ele pode por exemplo, ter comprado em algum lugar; alguém pode ter vendido a bebida para a criança, o que é crime”, ressaltou.Atualmente a Escola Estadual Sinharinha conta com 830 alunos, 50 professores e 22 funcionários.

 

 

 

Fique sempre por dentro das  Notícias em Santa Cruz atualizadas diariamente através do aplicativo ACHEI SANTA CRUZ , basta clicar na imagem abaixo que você será redirecionado a loja de aplicativos de seu smartphone!

 

 

Notícias Relacionadas